O maior cartunista desconhecido do Brasil.

Atenção: há ilustrações aqui no blog que estão sem visualização devido a um problema gerado por "não tenho a mínima ideia porque isso aconteceu". Sendo assim, convido vocês pra acompanharem minha
fanpage, onde os desenhos também são postados. É só clicar aqui!

Você ainda pode acompanhar meus desenhos, ilustrações, caricaturas, cartuns, charges, rascunhos e e etc., pelo
Twitter ou Instagram: @robertokroll

Email para contato: robertokroll@robertokroll.com.br



Procurando algum desenho específico? Digite aqui!

Navegue pelas categorias abaixo

segunda-feira, agosto 05, 2013

Pigs (three different ones)

Clique pra ampliar

Um comentário:

Anônimo disse...

Pink Floyd - Animals

Após dois álbuns de enorme sucesso, transições de uma fase extremamente psicodélica para um rumo mais fundado nas melodias de David Gilmour (Dark Side of the Moon – 1973, e Wish You Were Here – 1975), o Pink Floyd convenceu-se de que poderia voltar a ousar. Assim, em 1977, após cerca de 6 meses no estúdio, lançou o conceitual “Animals”, talvez o mais “Roger Waters” de todos os seus discos.

“Animals”, em linhas gerais é um álbum absolutamente anti-comercial (apesar disso, vendeu cerca de 12 milhões de cópias). Duas faixas de menos de dois minutos, três com mais de dez. Quem o observa de forma desatenta e sem conhecer seu conteúdo pode imaginar que o Floyd estaria voltando ao formato sonoro de “Atom Heart Mother”, o famoso disco da vaca. Entretanto, "Animals" traz uma roupagem completamente diferente de tudo o que eles haviam feito até aquele momento.

O disco todo fundamenta-se no livro “A Revolução dos Bichos” de George Orwell, mas não limita-se a ele. Apesar de algumas sutis doses de sarcasmo, “Animals” é um trabalho sério, no qual o genial Waters expressa sua fúria contra a sociedade capitalista e os que detém o poder oprimindo injustamente os menos capacitados. Para desenhar esse mundo, o baixista e compositor divide as pessoas em três categorias animalescas, que levam os títulos das faixas dois, três e quatro ("Dogs", "Pigs" e "Sheep"). Continua http://bit.ly/1ex2ZUV